Sempre tem um sacana

Alô vitorianos bravos e guerreiros!!

Quando eu digo que sempre tem um sacana para atrapalhar.

Dessa vez tiveram vários.

A série A é logo ali.

O título está presente, mas distante.

Distante porque num time que quer ser campeão todo mundo bota o pé na dividida. Time que quer ser campeão luta até o último minuto de jogo e faz gols variados depois dos 40 minutos porque tenta até o fim. Distante porque no time que quer ser campeão o desgaste existe, mas ele não é empecilho, já que o desgaste é pra todo mundo.

Eu não sei se os jogadores estão de sacanagem porque Carpeggiane escala Mancha durante toda a semana e na hora do jogo bota Fernando Bob.

Eu não sei se os jogadores estão de sacanagem porque as premiações foram ou não acertadas. Vai saber.

A verdade é uma só. O Vitória brincou de jogar futebol nesse segundo turno. Sentou numa vantagem de 7 pontos para o Criciúma em determinada fase do campeonato e se acomodou. Achou que poderia administrar o campeonato faltando zilhões de rodadas para ele acabar.

Agora são dois jogos difíceis em casa simplesmente porque o Vitória tornou-os difíceis. Vencendo os dois sobe. Vencendo os dois não necessariamente retoma a liderança porque Criciúma pega ABC em casa e esse time fraquíssimo do Paraná. E o Criciúma não dá mostras de que fará como nós em nenhum dos dois jogos…

Lamentar demais essa derrota. Pedir para a equipe aprender com os erros já cansou. Duvido que irão parar para assimilar o golpe, até porque terça-feira já tem jogo e não dá tempo de lamentar.

Pedir apenas 6 pontos em 27 possíveis. O resto, com essa falta de vontade e de concentração, será muito mais do que lucro.

E dessa vez não vou pedir pra torcedor nenhum ir e lotar o estádio nesses dois jogos. Vai quem quer, porque tem que ser realmente muito apaixonado pra ir ao Barradão 19h30 numa terça-feira ver um rebanho de sem vontade, com medo de quebrar a perninha e com medo de ser campeão.

Saudações leoninas.

Anúncios

Jogamos pro gasto e continuamos líderes

Alô vitorianos bravos e guerreiros!!!

O Vitória entrou pressionado diante do ABC pelo resultado do Cricri na noite anterior.

E o que se viu foi um time ansioso por fazer logo o gol. Mas não se viu um time determinado a fazê-lo, querendo liquidar logo a partida, utilizando seu mando de campo para botar pressão.

Vi um Léo exagerado como sempre, achando que joga um futebol muito maior do que o que realmente tem. Vi um Gílson sem vibração, displicente e pouco aparecendo. Aliado ao mal futebol de Ueliton e Michel, da marcação forte em Pedro Ken e Tartá e do mal dia de Dinei, no primeiro tempo, mesmo tendo dominado todas as ações, nosso leão não parecia querer ganhar.

Do jogo todo, das duas etapas, as bolas que o ABC chutou em gol passaram muito longe. Deola não fez uma defesa sequer. Então o resultado premiou apenas o melhor time tecnicamente que fez apenas o suficiente para ganhar os três pontos (o que no final das contas é o que importa).

O time jogou mal e a cota de jogar mal e ganhar pode acabar a qualquer momento e pra isso precisamos dar lugar aos jogos do primeiro turno, onde vencíamos e convencíamos.

Óbvio que é muito mais difícil ser vidraça, mas é exatamente o diferencial de ser campeão ou não: saber lidar com todos os times querendo virar destaque ao tirar pontos do líder.

Não foi dessa vez pro ABC nem será pro Paraná no próximo sábado.

Élton deve estar mandando recado pra nossa imprensa tendenciosa

Élton deve estar mandando recado para a imprensa tendenciosa – Foto de Eduardo Martins

O jogo foi fraco tecnicamente, o Vitória não jogou bem, a arbitragem de Vuaden que pensa que apita num estilo europeu, mas é só fachada, não ajudou em nada, mas num lance de felicidade de Marquinhos, Élton deixou sua marca de artilheiro mais uma vez decretando nossa liderança (do campeonato todo e não de um início de turno).

Uma semana para Carpeggiane acertar o time taticamente e também colocar a cabeça dos jogadores no lugar. Jogar 90 minutos de forma séria e com vontade, buscando os gols e não somente um para fazer um resultado complicadíssimo e perigoso.

Mais dois triunfos e o acesso será garantido. Mais 6 vitórias e o título é nosso.

Semana de tocar hino, expôr bandeira, vestir camisa e botar o pensamento positivo num próximo triunfo diante do Paraná que nos colocará a uma vitória da série A, num jogo de terça-feira, contra uma equipe nordestina de três letras. O que me lembra muito 2007.

Saudações leoninas.

PS 01 – Camisa seria muito bonita se o amarelo fosse realmente amarelo e não um tom intermediário.

PS 02 -Tem coisas que só se vê no Barradão. A Transalvador permitiu às 15h15 que um ônibus, nas proximidades da entrada do estádio, fizesse uma manobra para retornar de onde vinha. Muita incompetência dos agentes que primeiro permitiram que o ônibus passasse do último cruzamento antes do Barradão (do lado de quem vem da Jorge Amado), mesmo sabendo que não passaria na frente do estádio, e mais incompetência ainda dos agentes que mandaram o ônibus fazer a volta. Um descaso com os torcedores do Vitória, mais um absurdo para a conta da antiga SET e da PM nos dias de jogo do leão. Devem fazer de propósito.